Destaque Política

Governador quer proibir anistia para motim de policiais na Constituição; deputados são convocados

O governador Camilo Santana enviou à Assembleia Legislativa do Ceará, agora a pouco, Proposta de Emenda à Constituição Estadual que proíbe expressamente a concessão de anistia em caso de greve ou motins dos policiais militares. A medida é mais uma ofensiva dos poderes estaduais contra o movimento de policiais militares em curso no Estado.O presidente da Assembleia Legislativa, deputado José Sarto (PDT), convocou para o fim da tarde de hoje Dia 28 de Fevereiro, uma reunião extraordinária da Mesa Diretora do Legislativo. A pauta será uma convocação extraordinária dos deputados estaduais cearenses para sessões plenárias no fim de semana.

Parlamentares, muitos dos quais estão viajando para o interior no fim de semana, para as suas bases, já estão sendo convocados para as sessões.

Alexandre Lopes – Radialista Profissional DRT 5722/CE. Pesquisa de Dados da Matéria: diariodonordeste.verdesmares.com.br