Destaque Notícias

Investimento: Governo do Ceará lança o Programa Mais Nutrição

Garantir a segurança alimentar de crianças e adolescentes cearenses e a diminuição do desperdício de frutas, verduras e legumes não comercializados na Central de Abastecimento do Ceará (Ceasa) é o objetivo do Programa Mais Nutrição, lançado na última Terça-feira Dia 25 de Junho, pelo Governo do Ceará. A iniciativa vai beneficiar com sopa e polpa de fruta produzidas através dos alimentos doados 10.368 jovens atendidos por 91 entidades cearenses selecionadas nesta primeira etapa.A solenidade de lançamento contou com a presença do governador Camilo Santana e da primeira-dama Onélia Santana, idealizadora do Programa Mais Infância Ceará, do qual o Mais Nutrição faz parte. A ocasião marcou também a inauguração da fábrica onde os produtos serão processados e embalados.

O governador destacou o pioneirismo cearense ao tornar essa ideia realidade e da importância que o programa terá para garantir que as novas gerações cresçam se alimentando de maneira adequada para suprir suas necessidades nutricionais. Segundo o governador Camilo Santana, esta é uma ação pioneira no Nordeste para garantir segurança alimentar para as crianças e jovens atendidos.

Após a inauguração, o governador visitou ao lado da primeira-dama a estrutura da fábrica e conheceu passo a passo os processos para a produção dos alimentos. O chefe do Executivo estadual informou ainda que autorizou a liberação de R$ 1,3 milhão para que a Ceasa passe por uma reforma para garantir melhor estrutura aos comerciantes e clientes.

O programaO Mais Nutrição está dentro do Programa Mais Infância Ceará, idealizado pela primeira-dama Onélia Santana. Ele foi estruturado em cima do combate ao desperdício de alimentos, enfrentamento à fome e alimentação Saudável. O programa tem como objetivo manter um banco de alimentos “in natura” aproveitando os que seriam desperdiçados pelos comerciantes da Ceasa por questões meramente estéticas, mas que permanecem adequados ao consumo humano e com suas características nutricionais preservadas.

Além disso, produzir polpas de frutas com as mais maduras e que não podem aguardar pela doação in natura. E, por fim, produzir um mix para a transformação em sopa através da desidratação de legumes (mandioca, cenoura, batata, abóbora, beterraba), mantendo o teor nutricional dos alimentos e garantindo a proteína, carboidrato e micronutrientes do Mix de Legumes.

A fabricação contará com a doação mensal de 600kg de macarrão do Grupo M. Dias Branco. O mix terá ampla capacidade de atendimento, por ser de fácil e rápido preparo (1Kg de sopa prepara 40 porções) e de prazo de um ano de validade para consumo. O Governo do Estado não vai comprar nenhum desses alimentos graças à parceria com a iniciativa privada.

Comida de qualidade sem nenhum custo

No início desta primeira etapa do Mais Nutrição serão atendidas 20 instituições que apresentaram uma estrutura mínima para o condicionamento e manipulação dos alimentos. A previsão é que até o próximo ano o programa seja ampliado e atenda todas as 91 instituições selecionadas, que em seu dia a dia desenvolvem atividades diversas nas áreas do esporte, lazer, arte, cultura, reforço escolar, entre outras. O Lar Amigos de Jesus, em Fortaleza, está entre esses primeiros atendidos.

Alexandre Lopes – Radialista DRT 5722/CE. Colaboração na Matéria: Assessoria de Imprensa – Governo do Estado do Ceará.